Open

          

Clique, Acesse e Curta!

 

Aproveite e envie-nos uma mensagem!

12/04/2015: 2º Domingo da Páscoa


1ª Leitura: At 4,32-35

SalmoSl 117

 2ª Leitura: 1Jo 5,1-6

Evangelho: Jo 20,19-31

Cor litúrgica: Branca


Desde que apareceu aos seus discípulos, depois da ressurreição, Jesus guardava uma importante ideia em sua mente, ou seja, os discípulos tinham de aprender a acreditar que Ele estava presente entre eles, embora não pudessem vê-lo fisicamente. Nessa perspectiva, podemos entender por que Ele disse a Tomé: "Benditos aqueles que não viram e acreditaram".


Primeira Leitura (At 4,32-35)

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

32A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava como próprias as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum.

33Com grandes sinais de poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus. E os fiéis eram estimados por todos.

34Entre eles ninguém passava necessidade, pois aqueles que possuíam terras ou casas vendiam-nas, levavam o dinheiro, 35e o colocavam aos pés dos apóstolos. Depois, era distribuído conforme a necessidade de cada um.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 117)

— Aleluia, aleluia, aleluia.

 Aleluia, aleluia, aleluia.

— A casa de Israel agora o diga:/ “Eterna é a sua misericórdia!”/ A casa de Aarão agora o diga:/ “Eterna é a sua misericórdia!”/ Os que temem o Senhor agora o digam:/ “Eterna é a sua misericórdia!”

— A mão direita do Senhor fez maravilhas,/ a mão direita do Senhor me levantou,/ a mão direita do Senhor fez maravilhas!

— Não morrerei, mas, ao contrário, viverei/ para cantar as grandes obras do Senhor!/ O Senhor severamente me provou,/ mas não me abandonou às mãos da morte.

— A pedra que os pedreiros rejeitaram / tornou-se agora a pedra angular./ Pelo Senhor é que foi feito tudo isso:/ que maravilhas ele fez a nossos olhos!/ Este é o dia que o Senhor fez para nós,/ alegremo-nos e nele exultemos!

Segunda Leitura (1Jo 5,1-6)

Leitura da Primeira Carta de São João:

Caríssimos: 1Todo o que crê que Jesus é o Cristo, nasceu de Deus, e quem ama aquele que gerou alguém, amará também aquele que dele nasceu.

2Podemos saber que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos.3Pois isto é amar a Deus: observar os seus mandamentos. E os seus mandamentos não são pesados, 4pois todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória que venceu o mundo: a nossa fé.

5Quem é o vencedor do mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? 6Este é o que veio pela água e pelo sangue: Jesus Cristo. (Não veio somente com a água, mas com a água e o sangue.) E o Espírito é que dá testemunho, porque o Espírito é a Verdade.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Anúncio do Evangelho (Jo 20,19-31)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

19Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “A paz esteja convosco”.

20Depois dessas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram por verem o Senhor.

21Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio”.

22E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo. 23A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos”.

24Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio. 25Os outros discípulos contaram-lhe depois: “Vimos o Senhor!” Mas Tomé disse-lhes: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei”.

26Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco”.

27Depois disse a Tomé: “Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado. E não sejas incrédulo, mas fiel”. 28Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus!” 29Jesus lhe disse: “Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!”

30Jesus realizou muitos outros sinais diante dos discípulos, que não estão escritos neste livro. 31Mas estes foram escritos para que acrediteis que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e, para que, crendo, tenhais a vida em seu nome.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Apenas um breve comentário...

Os textos do evangelho dos domingos do tempo pascal são uma catequese sobre a ressurreição. Eles não dizem como Jesus ressuscitou dos mortos, mas comunicam a experiência daqueles que, por primeiro, experimentaram que o Senhor, no Espírito, estava vivo no meio deles, e, ainda, indicam os critérios pelos quais se pode experimentar e reconhecer a presença de Jesus ressuscitado. Como se chega à fé na ressurreição de Jesus Cristo? Eis a questão!  

Nosso texto apresenta duas etapas com um intervalo de oito dias. Na primeira etapa, Tomé não estava; na segunda, ele estava reunido com os outros discípulos. Os discípulos se encontram reunidos no primeiro dia da semana. É como se fosse o primeiro dia da criação, em que a luz foi feita (Gn 1,3).

Efetivamente, a ressurreição do Senhor é luz que anuncia uma nova criação em Cristo. No lugar em que os discípulos estavam reunidos, as portas estavam aferrolhadas por medo dos judeus. Isto é: estavam fechadas.Essa observação seguida da notícia de que Jesus se colocou no meio deles é importante para compreender que a presença do Senhor não exige mais um corpo carnal para ser reconhecida. O seu corpo agora é glorioso e sua presença prescinde da visibilidade. O que ele comunica é a paz, sinal e dom de sua presença.

Importante ressaltar que é nesse primeiro dia da semana que o Espírito é dado como sopro do Senhor para a missão e a reconciliação. Assim percebemos que a ausência de Tomé é importante para o propósito do texto. Ele se recusa a crer no que os outros discípulos anunciavam: “Vimos o Senhor”. Passados oito dias, estando Tomé com os demais discípulos, no mesmo lugar da reunião, Jesus se faz presente e é sentido e reconhecido com o sinal de sua presença: a paz.

O diálogo de Jesus com Tomé permite ao leitor compreender que se chega à fé no Cristo Ressuscitado e na sua gloriosa ressurreição através do testemunho da comunidade. Não há acesso imediato à ressurreição de Jesus Cristo, mas somente mediato, isto é, através do testemunho. É a recepção desse testemunho que permite experimentar na própria vida os efeitos da Ressurreição do Senhor.

Nesse sentido, a fé é fundamentalmente “tradição”. Mas Tomé não é, no relato, o homem da dúvida somente e que busca crer por si mesmo ou que julga que só é digno de fé o que pode ser tocado ou demonstrado. Ele é homem de fé, transformado pelo Senhor, capaz de reconhecer o dinamismo próprio pelo qual se chega à fé.

Na liturgia de hoje devemos aprender que a ressurreição de Cristo é o nosso grande bem. Ela é a vida nova de Jesus Cristo, no Espírito Santo. Essa vida nova nos é comunicada pela ação do Espírito que Deus, na sua imensa bondade, quis fazer habitar em nossos corações.

Oração...

Senhor Jesus, vós que estais vivo e presente em nosso meio, fortalecei-nos em nossa fé e fazei de nós instrumentos para prosseguirmos na construção de vosso Reino e  concedei-nos a vossa paz.

 

Visite nosso Ambiente Virtual de Aprendizagem

Cursos Livres Online de Formação & Capacitação em diversas áreas do conhecimento Religioso:

Teologia - Filosofia - Cristologia - Mariologia - Liturgia. Formação e Capacitação de Ministros Extraordinários, e muito mais...

Informamos a todos que nos visitam que, em breve, estaremos disponibilizando diversos Cursos Livres Online (EaD) de Formação e Capacitação em diversos níveis do Conhecimento: Religião, História, Filosofia, Teologia etc. Em Ambiente Virtual de Aprendizagem onde se poderá navegar por vários cursos com aulas, carinhosamente, elaboradas e preparadas por uma equipe de Professores, Teólogos, Historiadores e Mestres nas áreas de todos os campos do conhecimento que aqui se propõe ensinar.

Portanto, aguarde, pois, em breve as matrículas estarão abertas. Não perca esta oportunidade de aprimorar seus conhecimentos no campo da religião. Curso para Ministros Extraordinários: Palavra e Eucaristia, Acólitos, (Coroinhas), Formação de Catequistas, Formação Litúrgica e muito mais.Com direito a Certificado e tudo mais. Aguardem! e, para mais informações , por favor, entre em contato: cursosfeevida@gmail.com  Clique aqui e saiba mais, ou, se preferir obter mais informações, por favorClique aqui.

 

Visite Nossa Loja Virtual

            

top