Open

          

Advento... Novo tempo... Novo Ano... Orai e Vigiai!


Todos os anos, à medida que nos aproximamos das manifestações natalinas, nos vemos envolvidos num ambiente misto de realidade e utopia no qual podemos, de acordo com nossa espiritualidade, nos tornarmos sujeitos ou objetos de um fato que outrora, para muitos cristãos era, senão, o mais importante acontecimento da história. E, contrariando todos e quaisquer ensinamentos do cristianismo e em face do que se tornou, na atualidade, o Natal, os evangelizados se permitem conduzir pelas ideologias que, paulatinamente, ao longo dos séculos, se preocuparam em tornar a data do nascimento do Menino-Deus num evento utópico-escravizador, contrariando todo sentido espiritual-libertador do dia em que Deus se humilhou em humanizar-se para elevar e divinizar os seres humanos.

Condicionado, pelo poder da mídia, a ser incondicionado em suas relações com os produtos consumíveis, mormente padronizados especialmente no período natalino, o cristão, plenificado pelo entusiasmo e vontade de consumir, se deixa levar pelas ilusões da ideologia do ter e sai às ruas, movido pelo pensamento dogmático impregnado em suas mente pelos aparelhos ideológicos dos meios de comunicação, e sem perceber torna-se a principal vítima das facilidades dos parcelamentos, em forma de créditos oferecidos como armadilhas que os deixam presos e enclausurados, por um logo tempo, às inúmeras instituições financeiras que se encontram ancoradas nas saias protecionistas de um governo que se move, sorrateiramente, sob a égide de um sistema capitalista impiedoso.

Mídias e governos, ao implantarem os mecanismos de consumo, deturparam da forma mais vil o espírito do Natal ao substituírem o Menino-Deus – principal protagonista deste momento ímpar na história da humanidade -, por um velho paternalista que, com seu ho,ho,ho, esboça a alegria das lojas e das financeiras, particularmente, quando nos tornamos escravos dos cartões de crédito, dos cheques pré-datados, dos carnês de financiamentos e, até mesmo, de boletos bancários. Contas que impedem, no dia a dia de nossas vidas, que o pão chegue à mesa de nossos filhos.

Movidos pela emoção mentirosa, que nos é passada pelo espírito consumista do natal dos lojistas, aceitamos ser encantados pelos símbolos criados com a finalidade de ofuscar as verdades nas quais fomos educados. Estejamos atentos. Que neste novo ano litúrgico, especialmente neste momento em que vivenciamos o Tempo do Advento, que possamos nos preparar: orando e vigiando.

Para Homilias do Tempo do Advento, clique aqui

Visite nosso Ambiente Virtual de Aprendizagem

Cursos Livres Online de Formação & Capacitação em diversas áreas do conhecimento Religioso:

Teologia - Filosofia - Cristologia - Mariologia - Liturgia. Formação e Capacitação de Ministros Extraordinários, e muito mais...

Informamos a todos que nos visitam que, em breve, estaremos disponibilizando diversos Cursos Livres Online (EaD) de Formação e Capacitação em diversos níveis do Conhecimento: Religião, História, Filosofia, Teologia etc. Em Ambiente Virtual de Aprendizagem onde se poderá navegar por vários cursos com aulas, carinhosamente, elaboradas e preparadas por uma equipe de Professores, Teólogos, Historiadores e Mestres nas áreas de todos os campos do conhecimento que aqui se propõe ensinar.

Portanto, aguarde, pois, em breve as matrículas estarão abertas. Não perca esta oportunidade de aprimorar seus conhecimentos no campo da religião. Curso para Ministros Extraordinários: Palavra e Eucaristia, Acólitos, (Coroinhas), Formação de Catequistas, Formação Litúrgica e muito mais.Com direito a Certificado e tudo mais. Aguardem! e, para mais informações , por favor, entre em contato: cursosfeevida@gmail.com  Clique aqui e saiba mais, ou, se preferir obter mais informações, por favorClique aqui.

 

top